Moda anos 50: Prêt-à-Porter

|
Após a Segunda Guerra, o eixo de poder e moda foram alterados e embora a Alta Costura francesa conseguisse reconquistar sua posição de líder, os Estados Unidos tinha agora uma sólida indústria de Prêt-à-Porter ou Ready-to-Wear que pode ser traduzido como  Pronto para Vestir.

 

Essa é a década das roupas prontas para vestir, em tamanhos convencionados que encontramos até hoje nas lojas, e embora existam grandes variações em relação aos moldes, qualidade e tecidos, a quase totalidade do mercado de roupas hoje no mundo é dominada pelo Prêt-à-Porter.

 

Portanto, os anos 50 foram a última década de reinado absoluto da estética advinda da Alta Costura, pois a partir da década seguinte a cultura de massa e as transformações urbanas pavimentaram o caminho das roupas informais.

 

Nessa época, pela primeira vez, as pessoas comuns puderam ter acesso e consumir às criações da moda sintonizada com as tendências do momento.

Foi nos anos 50 que todo mundo poderia estar na moda, podia-se encontrar em lojas as tendências da época.

 

Em 1955, as revistas Elle e Vogue dedicaram várias páginas de sua publicação às coleções de prêt-à-porter, o que sinalizava que algo estava se transformando no mundo da moda.

 

As maisons mudaram o foco da alta costura para o novo pronto-para-vestir, que hoje é a maior fatia do lucro dos grandes nomes de moda. A Alta Costura deixou de ser determinante no resultado financeiro e atualmente representam uma pequena porcentagem do lucro, cujo maior montante com toda certeza é do Prêt-à-Porter, somados a fatia dos perfumes e licenciamentos em geral.

 

Atualmente, com a intensa globalização da moda, podemos encontrar um mesmo modelo sendo vendido em uma grife de luxo e outro modelo parecido (oi, inspired?!) sendo vendido em uma loja mais popular.


Por fim, a moda em tamanho padronizado, acessível a todos, produziu a grande revolução da moda! E se hoje podemos usar uma moda acessível e mesmo assim ligada aos grandes lançamentos internacionais, foi por conta dessa revolução da moda nos anos de 1950’s.


Obrigada pela visita de hoje e amanhã um post especial sobre uma personalidade da década de 50.

Até amanhã!





Referências:
A moda do século XX - Mendes, Valarie e Haye, Amy de La - Coleção Mundo e Arte
Breve história da moda - Pollini, Denise - Editora Claridade
Enciclopédia da moda - Callan, Georgina O'Hara - Companhia das Letras

59 comentários:

  1. Muito legal o post!
    Beeijo

    http://besidesthebasic.com

    ResponderExcluir
  2. Rafa querida, postagem quentinha, saindo do forno. Salve, salve essas industria que revolucionário a moda, não sei o que seria de nós sem uma lojinha de prontas para vestir. Eu muitas vezes deixo tudo pra última hora e me pego louca atrás de alguma coisa pra vestir, aí entram as lojas e... saiu cheia de charme, com meu novo modelito! Hahaha...
    Anos 50 ficará na memória.
    Será que está tarde pra te desejar uma linda páscoa, que esse espírito de mudança esteja presente em nossas vida.
    Acho que não... então que você tenham uma ótima páscoa, que o renasça bons sentimentos, aflorem boas ideias e grandes inspirações.
    Grande beijo!
    Tenham uma semana de muita paz e luz!
    Lorena Viana

    ResponderExcluir
  3. Anos 50 nos presenteou né!?
    Ameeeei o post!! Prêt a Porter nos proporciona além da oportunidade de vestir tendências, a acessibilidade à coleções rapidas de grandes estilistas da Alta Costura!!

    Amei

    bjus

    www.estilohilo.blogspot.com

    ResponderExcluir
  4. Olá Rafaela.
    Muito bom este post, adorei e muito informativo. Gostei imenso das imagens. Tão linda a moda dos anos 50. E ainda bem que nasceu o prêt-aporter. Acho que os vestidos dos anos 50 deviam de estar sempre na moda...
    Beijinhos grandes.

    ResponderExcluir
  5. Nossa eu adorei as capas da Vogue e da ELLE, demais (:

    Obrigada pela visita, volte sempre <3
    http://agoratopronta.blogspot.com/
    Beijos Vanessa

    ResponderExcluir
  6. Oi Rafaela, passo por aqui para avisar que tem post seu no Donas de Casa hoje: http://donasdecasaanonimas.com/15-coisas-boas-em-ser-dona-de-casa/

    Adorei ver a Capricho em um post anterior, fez parte da minha adolescência, uma delícia rever.

    ResponderExcluir
  7. o pronto a vestir abriu muitas portas e o mercado textil expandiu-se mais :D
    bjs

    ResponderExcluir
  8. Rafa!!!

    Menina, vc está inspirada, hein?? Que delícia de posts sobre os anos 50, delícia mesmo!

    E olha, eu sempre ouvi a expressão pret-a-porter, mas não sabia o que era..... e agora eu sei!!!!!!!!!! FAz todo sentido do mundo e é tão atual, eu nem imaginava!!! Óia que loucura!

    Adorei, adorei!!!

    Boa páscoa atrasado, excelente renovação para vc e sua família!!!

    Beijos!

    ResponderExcluir
  9. Eu adoro seus posts, sabe porque? Já estudei tudo isso na faculdade, e é uma delícia relembrar!! Acho gostoso estudar e saber mais daquilo que amamos...
    Bjs, Thá.
    http://consumisse.blogspot.com
    @thaharaujo

    ResponderExcluir
  10. Já imaginou se a gente tivesse que mandar costurar todas as roupas até hoje? Não dá!
    Mas o prêt-à-porter é a evolução da moda, isso teria q acontecer um dia. kkk
    E, claro, inspireds sempre existiram e sempre vão existir. Faz parte.

    ResponderExcluir
  11. Nossas vidas foram salvas nos anos 50 né. hahaha
    Ameeeei o post, achei cada detalhezinho hiper interessante viu.
    beeeeeeeijos

    www.brunaflair.com

    ResponderExcluir
  12. Amei o seu post!! Super informativo!!
    Não conhecia essa história!! Amei entender um pouco mais como a moda evoluiu!!
    Parabéns!!

    Temos novidade no A&A Store... Maxi Colares!! Vem conferir! :)

    Beijos, Delne.
    www.amigaseafins.com
    @amigaseafins

    ResponderExcluir
  13. Claaaro que tem post na segunda!
    Novinho em folha!
    hohoho

    Beijos, querida, boa semana!!!

    ResponderExcluir
  14. Uma década super importante pra moda!
    Adorei as capas da Elle e da Vogue
    Bjos
    www.deliriofashionista.blogspot.com

    ResponderExcluir
  15. Oii Rafa, menina do céu mais um post TUDOOOO. Adorei, eu sou uma negação em moda, mas com seus posts já até saio falando por aí, e andam pensando nossa como a Roberta está entendida de moda kkkk estou enganando todo mundo rs. Rafa mais uma vez parabéns pelos post super bem feitos...

    e valeu pela força lá no blog, infelizmente acho que a maioria que foi lá não entendeu o motivo de eu ter feito o post. Não foi pelos xingamentos, mas pelo boato falso. Penso como vc as pessoas não deveriam levar tudo tão a sério...

    Beijooos e ótima semana pra vc

    ResponderExcluir
  16. Adorei o post, tao giro!!
    Espero que tenhas tido uma boa pascoa!

    http://placequotehere.blogspot.pt/2012/04/come-what-may.html

    ResponderExcluir
  17. Nossa como eu era ignorante neste assunto,eu nunca parei pra pensar na revolução da moda até chegar as lojas pra mim elas sempre existiram hehehehe,post maravilhoso!

    ResponderExcluir
  18. Hihihihi, eu nunca tinha parado p/ pensar nisso!! 0_0
    Foi umas das décadas super importantes na moda né ?!

    Estou louqinha p/ ver o post de amanhã!! Sempre aprendo coisas que não sabia, hahah.
    Beeeijos ;*

    http://osuperblogparameninas.blogspot.com

    Ah!, e obg pelo seu comentário lá no fã blog Te vivo!! Adorei, volte sempre. :)
    http://te-vivo.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  19. obrigado por mais um maravilhoso post :)

    ResponderExcluir
  20. Muito bem elaborado o post!!!
    Adorei!!!
    Beijo!

    http://tengavolantes.blogspot.com
    http://tengadocumentacion.blogspot.com

    ResponderExcluir
  21. Que amor essas capas antigas! <3 <3

    Beijos,
    Carol Veronese
    http://retratoseretalhos.com.br

    ResponderExcluir
  22. Seu blog está sendo um adorável dicionário ^^

    ResponderExcluir
  23. Um dos anos mais lindos que já existiu!

    http://www.metadefutil.com/

    ResponderExcluir
  24. Sem dúvida um marco na história da moda :)

    Tem posto excelentes posts.

    ResponderExcluir
  25. Que lindo!
    Era tudo tão fofo e feminino...
    Beijos
    http://www.smooch.com.br

    ResponderExcluir
  26. Amei o post mega informativo claro e muito bom mesmo!!
    Adorei seu blog uma graça <3

    BJs
    kah

    ResponderExcluir
  27. Não fazia ideia que foi nos anos 50 que isso aconteceu, adorei saber :D:D

    Beijo*

    ResponderExcluir
  28. Eu amo história da Moda,e sempre que posso faço algum post com textos imensos a falar sobre o assunto...eu adoro todo o processo e essas imagens são fofas!!

    ResponderExcluir
  29. Oi Rafa! Suas pesquisas sobre moda são óteeeemas!!! Adoro passar por aqui e sempre ler algo legal sobre o assunto... bjocas

    ResponderExcluir
  30. nossa que historia bacana e bom ter este tipo de informação
    uma otima semana bjus geh
    http://coresdebutterfly.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  31. Oi Rafaela, vim te agradecer as palavras de carinho e solidariedade.

    E dizer que estou bem, agora à tarde me bateu uma saudade, tão grande, mas tão grande, que achei que fosse até explodir, de tanta vontade de falar com minha mãe, de apertar minha mãe, de abraçá-la, de até dar uma boa bronca nela "Como a senhora me deixa???!!!", mas ... isto é saudade, não sei se ela diminui, aumenta ou fica igual, só sei que gostaria de falar "quero a minha mãe!", e bater o pé, da forma mais birrenta possível até ela chegar!, sei que ela está muito bem, virou meu anjo da guarda.

    Minha amiga real, sim vc. é real, meus demais amigos e família, MUITO OBRIGADA, é graças a vcs. que estou de pé, e vou continuar firme e forte, apesar da saudade!

    Minha amiga Rafaela, voltei a fazer visitas e comentários hoje, e claro que tinha de vir te agradecer e desejar uma semana abençoada


    Beijos


    Audeni

    ResponderExcluir
  32. Três palavras define a moda nos anos 50: Luxo, elegância e modernidade.
    Beijos

    ResponderExcluir
  33. Adorei muito o post! A década de 50 é uma das minhas favoritas em termos de moda, principalmente a cinturinha marcada de Dior.
    Achei demais a sua seleção de fotos, perfeito!

    Bisous, chérie!

    Chez Carolinette | Facebook | Twitter

    ResponderExcluir
  34. Adoro as referências, toda a feminilidade e a sensualidade sutil.
    Adoraria as saias rodadas todos os dias.

    ResponderExcluir
  35. Rafa,

    Seu blog é uma verdadeira aula... Suas pesquisas e seus post são demais... se bem que

    acho que ja falei isso mil x aqui..rsrs

    Amiga, então reponsdendo sua pergunta... Sabe que eu tbm uso 38 e tenho pernas grossas e ja usei até 34 e elas continuavam grossas...rsrs... Lógico que menos mas ainda grossas...rsrs... Acho que não ajudei muito ne?rsrs

    Bjs linda!

    ResponderExcluir
  36. Oi Rafa,
    Não sabia qdo tinha começado esta moda pronta, mas acho uma senhora invenção, pois detesto mandar fazer roupa em costureira. Quero comprar e usar.
    Beijos 1000 e uma ótima semana para vc.

    www.gosto-disto.com

    ResponderExcluir
  37. Acho que sou muito acomodada em relação a moda, sabia? Qdo leio posts assim, fico pensando: graças a Deus que nasci nessa época, que já tem td pronto e posso escolher. E o melhor, com a moda sendo acessível a todos, realmente inspired...Mas agradeço, de coração, a essas pessoas que fizeram essa revolução.
    Bjs,
    Shirley Mello
    www.todabeleza.blog.br

    ResponderExcluir
  38. Que show, Rafa! Os modelitos são um encanto!^^ Adorei.
    Beijocas!
    http://palomaviricio.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  39. Era uma época legal, como disse no outro post dos anos 50, eles ainda nos trazem boas inspirações para os dias de hoje ;)
    Beijos
    http://theblackice.blog.com

    ResponderExcluir
  40. Ainda bem que houve essa revolução então, assim hoje toda a gente pode estar na moda e vestir-se como gosta! Beijinhos

    ResponderExcluir
  41. Confesso que me sentia uma burra por não saber o real significado de prêt-à-porter D: rs Mas com seu post deu pra esclarecer sobre o que é. Agradeço a essa revolução dos anos 50, se não fosse por ela não poderíamos vestir roupas de tendências internacionais o/

    Gostei muito do post *-*

    ResponderExcluir
  42. kkk, Rafa, eu disse que nunca mais faria chocolate... Mas sou persitente... E eu babo no mundo das princesas... Boa semana, cris

    ResponderExcluir
  43. Adorei o post! Amiga, sinta-se importante, já é a terceira vez que tento comentar, quem sabe vai? kkk

    Temos que agradecer a revolução dos anos 50 né?

    Beijos
    Lilia

    ResponderExcluir
  44. Praticidade define né!? Nada melhor e tão prático do que experimentar a roupa e saber se o modelo vai ficar bem em vc antes de comprá-lo!
    :)

    ResponderExcluir
  45. Adorei as capas das revistas.

    beijos.

    ResponderExcluir
  46. Oi Rafa,

    adorei as imagens e o post, lembro que minha mãe me levava numa loja de departamentos aqui em BH chamada Guanabara, lá tinha vestidos para criança lindos demais e minha mãe me levava para eu escolher um. N ós duas ficávamos encantadas com tudo porque era novidade. Até hoje sou piolhinha de lojas de departamentos.

    Bejim.

    ResponderExcluir
  47. Amei o post.
    Primeira vez por aqui e adorei seu blog... perfeito!!!

    Beijos
    Cléo de Lucca
    minhaamigamedisse.blogspot.com

    ResponderExcluir
  48. Adoro Ready-to-Wear.. acho que foi a partir daí que as roupas de grife ou inspired como você escreveu, começaram a ser mais populares entre as camadas mais "populares" e as classes médias... mas acho ainda que todo o trabalho artesanal ainda deve ser preservado... por isso sou também a favor das marcas-mães ou maisons.... Beijos :)

    p.s: amei as imagens!

    ResponderExcluir
  49. Difícil imaginar um mundo onde não se comprava roupas prontas em lojas!
    Obrigada Anos 50!!!
    Aguardo o novo post!
    Bjos e boa semana!

    ResponderExcluir
  50. Rafa adorei o post! Leio sempre pois como não fiz facul de moda não sei todos os detalhes das décadas com relação a moda e comportamento e é muito interessante e válido saber sempre mais sobre temas que eu gosto, adorei :D
    Beijos

    lolaporlola.blogspot.com

    ResponderExcluir
  51. A década de 50 foi marcada por esta grande conquista. Consumidores agradecem!! E a evolução não ficou somente na criação do prêt-à-porter (não sabia o que significava), mas nas capas de revistas tbm ;) adorei!! Boa semana Rafa!!

    ResponderExcluir
  52. Show os anos 50... acho que uma das minhas décadas preferidas...
    Beijo e boa semana pra vc também! e obrigada pelas visitas!!

    ResponderExcluir
  53. Viva a década de 50 então! Adorei saber estas curiosidades. :D bjus

    ResponderExcluir
  54. Rafa, adorei o post, apesar de saber de bastante coisa dessa década, que eu gosto , aprendi outras q não sabia .
    bjsss

    ResponderExcluir
  55. Que interessante esse post!
    Amei *-*

    @wendyelmb
    http://tecido-doce.blogspot.com/
    http://cerejadeneve.com/

    ResponderExcluir
  56. Querida Bá de São José dos Campos, conforme sua dúvida, esse post não tem referência no Folha On Line, que por sinal é ótimo e já utilizei como referência em outros posts, mas especificamente neste post, essas são as referências:

    - A moda do século XX - Mendes, Valarie e Haye, Amy de La - Coleção Mundo e Arte
    - Breve história da moda - Pollini, Denise - Editora Claridade
    - Enciclopédia da moda - Callan, Georgina O'Hara - Companhia das Letras

    Caso a sua busca por essas informações seja para algum trabalho, sugiro que busque as suas próprias referências diretamente nos livros citados ou em outros que julgue do seu interesse, pois são mais completos. Não são uma versão resumida e selecionada a partir da minha visão sobre o assunto.
    Abraços.

    ResponderExcluir
  57. [...] tinha acesso ao mundo elitista da alta-costura, a moda se encontrava nas pequenas boutiques, no pronto-para-usar e em sua costureira [...]

    ResponderExcluir

Comentários serão respondidos em seu site ou e-mail.
Propagandas de blogs e sorteios serão excluídos.

Obrigada pela visita!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Layout por Xiricutico.blogspot.com para uso exclusivo de Rafaela. Proibida a cópia!
Tecnologia Blogger