Filme Juventude Transviada

|


Juventude Transviada - Rebel Without a Cause, 1955

Começaremos direto com um clássico da década de 50 - é um marco na arte contemporânea. O filme retrata o abismo entre as gerações e conta a história de uma juventude excluída pelos adultos e que acaba se fechando em grupos de interesses e afinidades em comum.



A primeira cena traz o jovem Jim Stark (James Dean), as voltas com um brinquedo - trata-se de uma referência clara, do diretor para mostrar a necessidade de atenção que passa o personagem.



As próximas cenas de Jim, se passam na delegacia, onde encontra outros dois jovens que possuem o mesmo sentimento de desamparo e uma revolta eminente. Jim Stark, Judy (Natalie Wood) e Plato (Sal Mineo) são criados por pais distantes que tentam compensar a ausência com presentes – alguma semelhança com a atualidade?


Judy se sente rejeitada pelo pai, que não aprova o seu comportamento extravagante e suas companhias, já o garoto Plato, por sua vez, é violento descontando seus ressentimentos pelo abandono dos pais.


Nesse encontro os três querem fugir de casa e viver sem rumo e sem regras. Eles não precisam das roupas engomadas, dos sanduíches de pasta de amendoim, de família ou de bicicletas.


A cena mais marcante do filme é a perigosa aposta - Um racha no penhasco, um teste de masculinidade, que muito tem a ver com os preceitos dos jovens, que sempre buscam seus limites e procuram demarcar quem são no mundo.


Entretanto esse racha mudará completamente a vida de todos. O que antes era mais uma brincadeira infantil, se mostra mais sério que uma simples diversão no pátio da escola.

Não vou contar mais sobre o restante do filme, se não perde a graça para quem ainda não viu e quer assistir. O que eu posso dizer é que “Juventude Transviada” é um filme atual e que trata de dramas pertinentes a juventude de ontem e hoje.



James Dean encarna perfeitamente a figura do jovem com rosto de bebê e que em poucos segundos pode sair de estado de tranquilidade, a uma explosão de sentimentos. James é o ícone mais consistente e realista das gerações de jovens errantes, guiados por seus instintos, com uma vitalidade e juventude que parece não ter fim.


Podemos dizer que Juventude Transviada foi o primeiro documento artístico dessa época e apresenta o fim do elo entre as diferentes gerações. A partir de então a juventude se desconecta de vez dos padrões até então estabelecidos e o mundo passa a criar para eles -  moda, cinema, música, literatura, fitness... afinal, agora são os jovens que ditam o comportamento a ser seguido.



Premiações e Indicações

Em 1956 o filme foi indicado ao Oscar nas categorias de Melhor Ator Coadjuvante (Sal Mineo), Melhor Atriz Coadjuvante (Natalie Wood) e Melhor História Original.

Em 1957 foi indicado ao BAFTA nas categorias de Melhor Filme Estrangeiro e Melhor Ator Estrangeiro (James Dean)



Bom filme. Até amanhã!

25 comentários:

  1. Mais um dos filmes clássicos que não assisti. :( Pela sua resenha parece ser um filme que continua atual mesmo. Vou ver se consigo assitir. bjus

    ResponderExcluir
  2. Adorei!!!
    Nunca assisti, mas fiquei curiosa!
    Vou te confessar que os únicos filmes em preto e branco que assisti foi na faculdade!
    Preciso rever meus conceitos!
    Beijos!

    ResponderExcluir
  3. Embora não curta muito filmes antigos, esse é um dos que assisti e gostei.
    Retratou direitinho no post. Parabéns!
    Bjs,
    Shirley Mello
    www.todabeleza.blog.br

    ResponderExcluir
  4. Por acaso nunca vi, apesar de ser louca por filmes! beijinhos

    ResponderExcluir
  5. Adoro filmes antigos e esse é demais. Beijos.

    ResponderExcluir
  6. Meu esposo adoro os clássicos! Clássico é com ele mesmo... risos! Ainda não assistir, estou com uma lista de filmes aqui pra ver, próxima semana estarei atualizando e esse entrará na lista.
    Quero desejar que esse espírito de renovação acorde com você em todas as manhãs. Que a cada novo dia, você sinta vontade de se renovar, reciclar, encher sua vida de bons sentimentos.
    Uma maravilhosa sexta-feira, com muitas coisas boas na sua vida.
    Um enorme beijo!
    Lorena Viana

    ResponderExcluir
  7. Que legal esse filme! Parece muito bom!!
    Vou procurar e assistir!! Amo filmes!!

    Feliz Páscoa!

    Beijos, Delne.
    www.amigaseafins.com
    @amigaseafins

    ResponderExcluir
  8. Rafa vc acredita que ainda não assisti este clássico?
    Eu preciso me atualizar... em breve talvez eu ganhe uma coluna de moda em um blog... aí aviso a vc.
    Beijos

    Feliz Páscoa.

    ResponderExcluir
  9. esse filme é com certeza um clássico!! vou fazer um trabalho para a faculdade sobre ele e sobre os anos 50.. vi que você ADORA isso né? hahahaha qualquer coisa vou perguntar para você ein!! estava vendo seus outros posts e percebi que eu realmente preciso me atualizar nos filmes clássicos!! bom, adorei o seu blog pq fala de história e isso me agrada muito

    beeijos www.carolbarros.com

    ResponderExcluir
  10. oi querida,
    ótima resenha, fiquei muito curiosa! Daí que vem a expressão "rebelde sem causa" então?! hahaha
    boa páscoa!
    ;*

    dudsparrow.blogspot.com

    ResponderExcluir
  11. Ahhh James Dean!
    Que saudades!
    Adorei o blog, de muito bom gosto!
    Tem post novo por lá, adoraria receber sua visita!
    beijos!
    http://powerinred.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  12. Adoro filmes antigos, mas nunca vi esse... Parece ser muito bom.
    Beeijo

    http://besidesthebasic.com

    ResponderExcluir
  13. Bacana a dica eu não conhecia...Bjooooooo

    ResponderExcluir
  14. Uns dias sem aparecer e deixei de ver um monteeee de posts delíciaaaaa! Vou já ver tudoooooo! Já vi o Juventude Transviada. ótimoooo! Bjoooo e uma Feliz Páscoa (cheio de coisinhas gostosas!!!

    ResponderExcluir
  15. Primeiro documentário artístico da época...que show! Confesso que nunca tinha ouvido falar no filme, mas adorei post!
    Beijocas!
    http://palomaviricio.blogspot.com

    ResponderExcluir
  16. Adorei a dica :)
    Certamente irei assistir.
    Adorei o blog *-*
    Obrigada pela visita. E volte sempre!


    Participe dos sorteios do TC:
    http://tecido-doce.blogspot.com/2012/03/comemoracao-em-dose-dupla-sorteio.html
    http://tecido-doce.blogspot.com.br/2012/03/sorteio-sapatilha-splatt.html

    ResponderExcluir
  17. Nossa, nunca assisti esse filme, mais gostei =D
    Valeu a dica ^^

    Beijos
    www.diariodelooks.com
    @diariodelooks

    ResponderExcluir
  18. Que legal, fiquei com vontade de assistir! *-*
    Beijos, beijos.

    http://deargirlsupdated.blogspot.com

    ResponderExcluir
  19. Acredita que nunca vi esse filme... To precisando né?! hahahaha

    xx

    http://www.batomdecereja.com

    ResponderExcluir
  20. Acredita que nunca vi esse filme?! to precisando né?! HAHAHAHA


    xx

    http://www.batomdecereja.com

    ResponderExcluir
  21. wow!

    Não assisti, e nem tinha interesse.... agora tenho!!!!

    Vamos ver, quero pegar djá!!!!

    Beijos! E obrigada!

    ResponderExcluir
  22. Adoro esse filme, é um dos meus favoritos.
    Amei o post!

    ResponderExcluir

Comentários serão respondidos em seu site ou e-mail.
Propagandas de blogs e sorteios serão excluídos.

Obrigada pela visita!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Layout por Xiricutico.blogspot.com para uso exclusivo de Rafaela. Proibida a cópia!
Tecnologia Blogger