CIRCULANDO PELO MUNDO POP

|



Vamos ficar bem tontos com mais um giro, ou melhor, mais uma circulada pelo mundo pop?!


DANDO UM TEMPO

Nem tudo são flores no mundo pop. Recentemente fãs de James Blunt e Scissor Sisters têm um motivo para ficarem, digamos, tristes.



JAMES BLUNT

O cantor inglês anunciou que quer dedicar mais tempo para si e que não tem planos de continuar compondo. Seu álbum mais recente foi lançado em 2010, o Some kind of trouble e que ganhou uma versão deluxe em 2011, Some kind of trouble: Revisited


Eu continuo adorando a canção Wisemen que faz parte do seu CD de estreia, o famoso Back to Bedlam (2004) que o consagrou com a canção Beautiful (mas que eu não gostei muito não).



SCISSOR SISTER

Já os americanos do Scissor Sisters anunciaram em sua página no Facebook que “[...] Nós não ficaremos afastados para todo o sempre. Voltaremos antes que vocês possam imaginar.” 


O anúncio aconteceu logo após um show feito em Londres, os fãs ficaram desesperados e então a banda os “acalmou” com esse pronunciamento na rede social. Logo agora que eu tinha aprendido a dançar Let’s have a kiki! =(

O grupo está na ativa desde 2001, e esperamos realmente que a pausa não seja definitiva.



E AGORA VOLTANDO
   
É a Beyoncé? Não, é a Ciara (sim, eu sempre achei as duas parecidas, assim, olhando rapidinho).



Eis que eu nunca fui muito fã, apenas porque o estilo musical não é o meu favorito, mas sempre achei os seus vídeos ótimos e ela dança muito. Vide o meu amado Work

E se você curte moda/estilo, é um prato cheio para os olhos. Abuso define!



Clique aqui para assistir.


Pois bem, a cantora acaba de lançar o videoclipe para a canção Got me good presente em seu quinto álbum One woman army que tem lançamento para Dezembro. 

E para variar, super coreografado. Eu adorei e você? Inclusive a parte em que ela dança com umas crianças... ôxi quando crescer eu quero dançar assim.





VAMOS GANHAR DINHEIRO DO ALÉM?!

Olha só, eu acho lindas as homenagens feitas à Amy Winehouse após a sua morte, mas que eu acho um abuso começarem a ganhar dinheiro em cima disso, ah eu acho! Seja com ela ou com qualquer cantor já falecido. 

Enquanto viva e louca, galera só jogava pedras e depois que ela morreu, virou santa e todos querem um pedaço. Estou falando da mídia abutre e não dos fãs. (Pronto, desabafei).


Mas vamos ao que interessa. Os fãs Europeus de Amy Winehouse irão ganhar um musical A Vida de Amy Winehouse. Ao menos eles serão um pouco sensatos e focarão na enorme pressão colocada em uma jovem estrela por um público sensacionalista. 

Bem, como eu gosto de musicais, espero que este circule pelo mundo e que seja digno.



E HÁ QUEM DIGA QUE MADONNA É “FLOP”

Muitos “haters” insistem em dizer que a época da Madonna já foi. Se realmente já foi, como explicar a audiência de aproximadamente 3,1 milhões de espectadores ligados ao programa de Ellen DeGeneres?! Constata-se que é a maior audiência do programa em anos. 


A Rainha é tão poderosa que o programa inteiro foi só com ela. Quer mais ou tá bom para você? Como a própria canção da Diva diz “There’s only one Queen, and that’s Madonna” (Há apenas uma Rainha, e é Madonna). 


Vale lembrar que a audiência do SuperBowl também foi gigantesca, somente pelo fato da cantora estar se apresentando no intervalo e ela é a cantora com mais singles vendidos no Reino Unido desde o início de sua carreira (17,8 milhões). 

Tudo bem que em menos tempo, Riri já vendeu 11,4 milhões e se continuar nesse ritmo, ela passa a Rainha do Pop.



HERDEIRO DO POP

E no dia 19 nasceu o filho de Adele. Parabéns mamãe. Como bom curioso que sou, não vejo a hora de ter uma foto do pimpolho. 


Momentos bons para Adele, após o sucesso de 21 (que ainda lhe rende frutos), ela também lançou sua música para a trilha sonora do filme 007 – Skyfall.



UM POUCO DE POP NACIONAL

Como perceberam, na coluna de hoje apareceram artistas que nunca haviam pisado aqui na coluna. E para encerrar com chave (de ouro) nacional, Sandy lança no dia 30 seu EP (CD com número menor de faixas) chamado “Princípios, Meios e Fins”. 



No dia 24 ela lançou a faixa “Aquela dos 30”, que estará disponível para download na iTunes Store no dia 30 também e vamos lembrar que em Janeiro a bonita completa 30 anos. 

E se for conferir a canção, percebemos que fala exatamente sobre isso “Tenho disco de 87 e de 2009, sou jovem pra ser velha e velha pra ser jovem”. Eu curti o som, e estou respeitando muito a carreira solo de Sandy. Espero que ela continue fiel ao que ela acredita e não se venda para a indústria. 

Confere aí e me diz o que achou, sendo fã ou não, ok? 




JOSS STONE

P.S.: Esse vídeo já foi lançado há algum tempo, mas preciso falar que estou viciado ao extremo nessa canção da Joss Stone – The High Road, que faz parte do seu último álbum The Soul Sessions Vol. 2

Confere aí e se apaixone também.



Bem, esse foi o Mundo Pop dessa semana. Nos vemos na próxima. E fiquem à vontade para comentar, como sempre têm feito e como sabem, eu leio tudo, tudinho. E estou bem feliz com a participação de todos. 


Fui!












Referências: cifraclubnews.com.br/ papelpop.com - Imagens: maternavegetarianas.blogspot.com/ sofeminine.co.uk/ cotonete.clix.pt/ zimbio.com/ rap-up.com/ hotdog.hu/ estilomadonna.com.br/ madonnanow.com.br/ news.mtv.ca

Um dia comum

|


Era um dia comum, sabe daqueles que você só tem que ir comprar uma lâmpada e voltar para a casa? Foi assim que o dia começou.

Fui comprar lâmpadas, porque aqui em casa é assim: quando uma queima, o resto queima junto... a história começa quando não conseguia vaga para parar o carro na loja das lâmpadas.


Tive de parar no shopping que fica a poucos metros da loja. Atravessei a rua e fui atrás das lâmpadas. Comprei as ditas e um varão para cortinas da cozinha. Saí da loja e fui até o shopping pegar meu carro e quando estava no meio da rua escuto uma buzina... quase quebro as lâmpadas de susto.

Resolvo ignorar, é duro ser gostosa, paro no meio da rua para conferir se quebrei alguma coisa, escuto ao longe uma voz dizendo – Vilmaaaaa.

Opa, sou eu e quando olho a dona da voz, era minha prima no carro dela me perguntando o que eu estava fazendo ali, expliquei das lâmpadas e tudo mais, ela queria me dar uma carona e...

O sinal abriu e eu no meio da rua com um varão de cortina atravessado entre os carros explicando, ou melhor, não expliquei nada, dei um tchau e saí correndo com as minhas lâmpadas. 

Parei de novo para conferir se não quebrou nenhuma... ufa, tudo certo.

Já que estava no shopping resolvi procurar uma bota, sempre precisamos de uma bota, não é mesmo? Fui até o estacionamento deixar as lâmpadas no carro e ao chegar, pararam três carros esperando eu sair... expliquei com um sorriso simpático que eu não ia sair, só iria guardar aquelas malditas lâmpadas.

Dois acreditaram, entretanto um resolveu dar a volta e ficar me espionando, me espionando! Coloquei tudo no carro tranquei  a porta e... nossa que calor! Voltei para o carro guardar o casaco e para minha surpresa o carinha do carro espião parou atrás de mim.

Mas que saco. Dessa vez nem olhei na cara dele, afinal eu já tinha dito que não ia sair! Tenho cara de mentirosa é? Larguei a blusa e entrei no elevador quando minha filha liga avisando que a aula de inglês acabou e ela quer carona.

Chegando na rua do inglês, estava uma loucura de carros, minha filha vendo a confusão se adiantou, tirou o pé do meio fio e advinha o que aconteceu? Passei com a roda em cima do pé dela!

Ela entra no carro, como toda adolescente reclama que eu passei com a roda do carro no tênis branco dela!

Eu só me limitei a dizer que com um paninho molhado a marca do pneu sairia, agradecendo mentalmente por nenhum dedinho quebrado, quando escuto um: crec.

Um dedo quebrado?

Não é que a danada jogou a mochila em cima da sacola com as lâmpadas!!! E o resto da história vocês já devem imaginar qual foi...

Sim, voltamos a loja das lâmpadas. 


Não me diga que nunca passou com a roda do carro no pé de alguém? Ou que suas lâmpadas não fazem um complô para queimar todas ao mesmo tempo?

Conta aí... por que além de me divertir com cada história, o post só fica completo depois do seu comentário.


Beijo, tchau.




Moda anos 80: Maquiagem

|



Dizer que a década de 80 foi colorida é chover no molhado, ainda mais depois de todos os outros posts sobre esse período que passaram por aqui (relembre aqui, aquiaqui, aqui e aqui).

A maquiagem no início da década começa com blush bem marcado, os tons terrosos e rosa são os preferidos entre as mulheres.




No início da década o azul passa a reinar, tanto na moda como na maquiagem.




Já para o final da década de oitenta as maquiagens vão suavizando e buscando um aspecto mais natural, acompanhando aquela tendência mais naturalista de saúde e culto ao corpo.



Outra mudança que percebemos dos anos 70 para os 80 são as sobrancelhas, que deixam de ser finas e passam a ser mais selvagens do que nunca, dá uma olhada, elas parecem ter vida própria...




As bocas não ficaram de fora dos modismos, o batom vermelho reinou boa parte da década de oitenta, junto com o rosa e todas as suas variações.

O gloss líquido fez muito sucesso, junto com os batons 24 horas que não saiam nem com sabão e vinham nas cores mais estranhas, como: verde, azul, preto... e ganhavam uma coloração em contato com os lábios.





E quem lembra desses daqui?


Preciso contar que na época da primeira versão da novela Ti ti ti e do batom Boka loka, eu estava no pré, com seis anos e grudei no cabelo da minha melhor amiga porque ela duvidou que minha prima tinha o batom da novela. Rolamos no chão da sala e nossas mães foram chamadas na escola. Então querida amiguinha do pré, se ainda não acreditou que existiu, taí a foto para provar, kkk.


É isso, espero que tenha gostado dessa viagem entre batons, sombras e blushes, relembrando o que era moda nos anos 80. 

Nesta década consegui várias imagens pois tenho aqui em casa quatro revistas dos anos 80 (que resgatei de parentes que iriam jogá-las fora, sou viciada em revistas) e foi possível encontrar todas as referências que precisava.



Até segunda-feira que vem com história da moda. Amanhã é dia das crônicas da Vilma.

Esperamos você. Tchau.









Site: liketotally80s.com. Todas as fotos estão creditadas, as que retirei das minhas revistas coloquei assinatura do blog, por ter sido eu quem fez a digitalização das imagens.

Lembrando que os posts de história da moda iniciam na década de 20, entretanto na mudança de servidor, só conseguirá visualizar as imagens dos anos 70 e 80, aos poucos estou migrando as imagens para cá.


Filmes anos 80 – Parte 1

|


A década de oitenta foi rica em filmes e produziu muitos clássicos do cinema marcando toda uma geração.

Seria impossível falar de todos os filmes, por isso selecionei os principais e destaquei 3 filmes, além de listar os demais. Hoje nossa viagem será entre os filmes de 1980 até 1983. Apertem os cintos, porque o piloto sumiu!



A Lagoa Azul (1980) - The Blue Lagoon

Filme proibido para crianças e só passava à noite. Só assisti porque estava na casa de uma amiguinha e como erámos em quatro meninas brincando e brigando, acho que os pais dessas minhas amigas, deram graças que o filme nos acalmou, rs.


Curiosidades: Brooke Shields tinha apenas 14 anos quando o filme foi rodado e seus cabelos eram colados ao seio para as cenas de topless e em algumas cenas uma dublê de corpo foi utilizado.

O filme foi indicado ao Oscar (melhor fotografia) e ao Globo de Ouro (revelação masculina), mas levou mesmo foi o Framboesa de Ouro de pior atriz para Brooke Shields.

Sinopse aqui.



Outros filmes:

- O iluminado (1980) – The shining

- Guerra nas Estrelas: Episódio V (1980) – Star Wars: Quem nunca passou para o lado negro da força?

- Apertem os cintos, o piloto sumiu (1980) – Airplane

- Gigolô Americano (1980) - American Gigolo: Vale para ver o nu de Richard Gere.




Caçadores da Arca Perdida (1981) - Raiders of the lost ark

Indiana foi o primeiro personagem por quem fiquei apaixonada encantada. Um herói imperfeito, charmoso, com senso de humor que caiu como uma luva para o ator Harrison Ford.


Esse foi o primeiro filme de Indiana Jones e depois do sucesso deste, foram lançados: Indiana Jones e o Templo da Perdição (1984) e Indiana Jones e a Última Cruzada (1989). Recentemente lançaram Indiana Jones e o Reino da Caveira de Cristal (2008).

E não é que Steven Spielberg já anunciou mais um Indiana, mas ainda sem data de lançamento prevista.

Sinopse aqui.



Outros filmes: 

- Pague para Entrar, Reze para Sair (1981) -The Funhouse: Esse filme permaneceu em meus piores pesadelos de infância, se gosta de terror, talvez goste deste.

- Carruagens de fogo (1981) – Chariots of fire




E.T. – O extraterrestre (1982) – E.T. The extra-terrestrial

Clássico dos filmes para toda a família. Acho que esse foi o primeiro, de muitos filmes que me fizeram chorar. Como não amar aquele E.T. zóiudo? E a fofa da Drew Barrymore? Impossível.


O filme é ganhador de muitos prêmios: 4 estatuetas do Oscar, Globo de Ouro foram 2, Bafta e Grammy também premiaram o filme. Uma indicação para crianças e adultos.

Sinopse aqui.



Outros filmes:
  
- Poltergeist (1982)

- Superman II (1982)

- Rambo (1982)

- Rocky III – O Desafio Supremo (1982)

- Porky’s – A Casa do Amor e do Riso (1982) - Porky’s. Acho que esse foi o maior besteirol, um clássico dos filmes besteiróis.

- Blade Runner, O caçador de Andróides (1982). Clássico, se não assistiu, sai agora da frente do computador e vai assistir.

- Conan – O Bárbaro (1982)




Flashdance (1983)

Quem nunca correu sem sair do lugar, balançando a cabeleira como a heroína do filme? Se não assistiu esse filme, não sabe o que é sentar na cadeira virar a cabeça para trás e esperar que joguem um balde de água em seu corpitcho. Como viver sem essa imaginação?


Já contei que muitas paródias foram feitas com as cenas de Flashdance e  devido ao grande sucesso do filme, após o lançamento, foram vendidas 700 mil cópias da trilha sonora, não obstante, o filme propagou a moda das polainas e da dança.

Sinopse aqui.



Outros filmes:

- Negócio Arriscado (1983) - Risky Business

- Guerra nas Estrelas: Episódio VI (1983) - Star Wars



E é isso! Sexta-feira que vem mais filmes da década de 80, estarei te esperando.

Bom final de semana, divirta-se e nos encontramos novamente na segunda-feira com a maquiagem que estava na moda nos anos 80. Preparada para muita cor?

Até lá. Tchau.











Referências: 1001 Filmes para ver antes de morrer – Steven J. Schneider
O livro negro do estilo – Nina Garcia. Site: adorocinema.com

Revista Capricho outubro 1995, parte 2

|


Eu já tinha te falado que a revista estava meio sem graça nesse mês, pois bem, essa é a última parte do post dessa edição de outubro/95.


Selecionei somente os itens de moda daquela época. Como sempre, gosto de começar com o Certo e Errado.







Eu falei que a década de noventa tinha sérios problemas com sapatos e tenho como provar! Me diga o que você acha desses... Todos são dessa edição de outubro/95.






E olha o que eu encontrei nessa edição, uma super novidade: Candy Colors para o verão! Sabe quando dizem que sua vida deu uma virada de 360º - pois é assim que eu me sinto em relação a moda, sempre caímos no mesmo lugar.




Outra super tendência para o verão, olha só que novidade – Branco! Separei alguns looks do editorial para você conferir.







Acho que chega né? Já avacalhei bastante com os sapatos e com a Capricho chamando o povo de gorda, rs. Vamos torcer para a Capricho de novembro estar melhor do que essa, porque a edição de outubro termina aqui.

Semana que vem vou aproveitar para mostrar para você algumas revistas Claudia`s de 80, 82 e 88. Estarei te esperando ;)



Amanhã filmes dedicados aos anos 80, nossa década do mês, não vai perder!











Referências: As revistas são de minha coleção, do período em que fui assinante – 1994 à 1996. Se gosta desta tag e quer ver as curiosidades das edições de janeiro de 95 até agora, clique na categoria "revistas" e divirta-se.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Layout por Xiricutico.blogspot.com para uso exclusivo de Rafaela. Proibida a cópia!
Tecnologia Blogger