Série: Spartacus - All seasons

|


Não sei nem como começar a falar da série que eu mais gostei de assistir nesses últimos tempos.

Quero que o texto consiga passar tudo aquilo que me encantou na série, mas tenho a sensação de que as palavras não serão o bastante para todas as emoções que senti assistindo a série – mas vou tentar te contar.



Do que se trata?

Conta a história do famoso escravo trácio que se tornou gladiador e liderou a mais célebre revolução da Roma Antiga.

Para te dar uma ideia, essa rebelião fez com que Roma perdesse muitas legiões, políticos perderam seus títulos e muitos escravos foram mortos.

De tão marcante foi sua trajetória que essa história já foi reproduzida em diversos livros, filmes e agora é mais uma vez narrada com a série dividida em três temporadas e uma minissérie. Lançadas entre 2010 e 2013.


Quem irá gostar dessa série?

Pessoas que gostam de:
  • séries baseada em fatos históricos, como The Tudors;
  • homens bonitos e malhados, como no filme 300;
  • romance picante – bem picante, a série é voltada para o público adulto;
  • lutas;
  • estratégia militar;
  • cenas emocionantes que podem te levar as lágrimas;
  • cenas chocantes, daquelas que você vai abrir a boca e dizer: como assim???
  • tramas políticas e jogos pelo poder, como em Game of Thrones;
  • episódios do tipo Lost, onde você engata uns três para matar a curiosidade;
  • seriados curtos, sem muitas temporadas e enrolação, ele faz o que se propôs sem estender e perder o rumo como Lost, True Blood, entre outras séries.






Recomendei essa série para minha prima e para a minha amiga e ambas viciaram no seriado, mesmo não gostando de filmes com lutas e sangue, elas me disseram que a trama de Spartacus e o contexto fazem das lutas parte da história e não é algo que incomode.



Curiosidades!

  • O ator que interpretou Spartacus na primeira temporada faleceu e foi substituído na segunda temporada.Por conta disso, entre a primeira e a segunda temporada foi lançada uma minissérie que conta um pouco mais sobre outros personagens antes da chegada de Spartacus em Cápua;



  • Craig Parker que interpreta Claudius Glaber fez um elfo em O Senhor dos Anéis;
  • A atriz Lucy Lawless que interpreta Lucretia fez o seriado Xena;
  • O ator John Hanna que interpreta Batiatus fez o filme A múmia;

  • O ator Manu Bennett que interpreta o gladiador Crixus chegou a exibir nu frontal (Ahh o ator que faz o Glaber também!) e atuar em diversas cenas de sexo durante todo o seriado, mas obviamente não vou mostrar aqui. Ai, ai, ai esse é um blog de família, vai ter que assistir pra ver!

    Atualmente ele empresta a voz e os movimentos para Azog
      do filme O Hobbit (criado em computador como Gollum) e pode ser visto no seriado Arrow.
  • Peter Mensah interpreta Doctore/ Onemaus fez 300;



Esse é um seriado que vai deixar saudades. Recomendo!



Atualmente estou assistindo Arrow – por que será??? hohoho




Até a próxima!!!












Pra quem não sabe, sou formada em Secretariado Executivo. Então fica aqui a minha homenagem... para mim! hohohohoh



Opinião: Livro Perfeitos

|

Esse livro é a continuação da trilogia Feios (reveja o post desse primeiro livro aqui)




O livro:

Tally finalmente é perfeita. Agora seu rosto está lindo, as roupas são maravilhosas e ela é muito popular. Mas por trás de tanta diversão - festas que nunca terminam, luxo e tecnologia, e muita liberdade - há uma incômoda sensação de que algo importante está errado. 

Então Tally recebe uma mensagem, vinda do seu passado, que a faz se lembrar qual é o problema na sua vida perfeita. Agora ela precisará esquecer o que sabe ou lutar para sobreviver - as autoridades não pretendem deixar que alguém espalhe esse tipo de informação.




Opinião:

Complicado falar da continuação do livro e não soltar spoilers, até por que lendo a sinopse já recebemos algumas informações do que aconteceu no primeiro livro. Para você ter uma ideia, do livro Extras – o livro adicional dessa trilogia - parei de ler a sinopse na primeira linha. Ele revela o final da trama toda!!!

Por isso muito cuidado com sinopses, kkk.

Mas prometo que vou falar sobre o livro sem revelar nada além do que a sinopse do livro já entregou.

Esse segundo livro começa devagar, quase me arrependi de seguir em frente, mas aos poucos a trama vai ficando interessante e se torna impossível parar.

A conspiração que envolve toda a beleza da cirurgia plástica e tecnologia vai sendo desvendada e o mundo novo é revelado, assim como os perigos de conhecer essas revelações.

O livro continua adolescente demais pra mim, realmente é melhor eu esquecer qualquer forma de romance borbulhante nessa trilogia, o forte é a amizade e a reflexão sobre o preço da perfeição e tecnologia.

Me conformei, tudo bem pra mim.

O único senão dessa continuação, como a maioria das trilogias, é que a história não termina, é algo parecido com o final dos episódios do finado Lost. A sensação é: tá e agora?


Gosto mais dessa continuação do que o primeiro livro Feios.

Recomendo para quem quer começar a ler a trilogia ou para quem começou e ficou meio desanimado para continuar.

Neste momento estou lendo Especiais - o final da história de Tally. Quando terminá-lo faço um post e te conto se valeu ler os três livros. Aguarde e tenha a minha opinião completa sobre os três livros.





Ps¹.: Quando fiz essa resenha, mais ou menos uma semana atrás, eu estava no meio do terceiro livro. No final dessa semana terminei de ler Especiais e estou partindo para o livro Extras! Resenha do livro final em breve.


Ps².: Estou atualizando o blog apenas uma vez por semana. Resolvi voltar com meus treinos na academia, agora que estou liberada - pós-cirurgia e o tempo tem ficado cada vez mais curto para blogar, ler, ver seriados, idas ao cinema, cuidados com a casa e provas das crianças. 



Ps³.: Atualizo diariamente o meu instagram com check in da academia @rafaelaeb para eu não desanimar no meio do caminho e chegar em forma neste verão. Então se quiser manter um contato diário comigo, se inscreva. Vou adorar encontrar e seguir as amigas daqui por lá tbm.




Até a próxima!

Mais um post cheio de gifs - Crônicas da Vilma

|

Hoje eu quero que você me conte uma fofoca, mas não é daquelas inofensivas do tipo, você viu o esmalte descascado da fulana? Nãoooo.

Eu quero uma bem cabeluda, bem suja, daquela que vai me depilar a virilha só do susto que vou tomar, mas depois vou ficar feliz sabendo que alguém tá pior que eu – sou desse tipinho.



Tô com uma cólica infernal, me sinto pior que lombriga dançando o show das poderosas, falando nisso eu ando querendo afrontar tudo quanto é fogosa e bonita que passa na minha frente.

Meu facebook tá um suco de indiretas, tá explodindo raiva e espirrando sangue – não esse que você está pensando, ok.



Já entrei em todos os sites de fofoca em busca de celulite das famosas, espinhas, dentes tortos e traições, mas a cólica persiste. Ela não fica entretida, sei lá o que acontece com ela...

E é nesse clima que eu me encontro.



E aí quando você não tem mais o que fazer para a dor passar, quando já gastou todas as suas indiretas nas redes sociais e não tem cachorro para chutar, o que acontece?

Chega o marido, chega chegando, moving like Jagger, cheio de gracinhas, se achando mais engraçado que o Adnet no Fantástico...



Aí sim!!! É disso que me refiro, é disso que eu preciso – coitado mal sabe que a morte o espera na próxima esquina, muhahahahahahaha, se eu não tinha mais para onde jogar a minha raiva agora eu encontrei em quem vou despejar minha ira! Bocó.

Quem disse que homem não serve pra nada, hein?!

Agora ele foi pra lá, me deixou sozinha. Eu fiquei mais chateada, com dó dele e de mim e ainda com dor...



Na verdade, das verdades... acho que estou precisando mesmo de um chocolate, você tem um?






Até a próxima!

Filme: Instrumentos Mortais - Cidade dos Ossos

|


Fui assistir esse filme por que a minha prima fez uma boa propaganda e contou que a sequência dessa história já está sendo filmada – assim como a propaganda que ela fez de Dezesseis Luas...

Acho que eu devo escolher os próximos filmes, Kkk.





O que eu posso dizer é que o filme não falou praticamente nada sobre os tais instrumentos mortais e passou rapidinho pela cidade dos ossos. 

Abordou superficialmente a homossexualidade e o incesto (no estilo novelas mexicanas) e abusou do estilo gótico dos anos noventa, assim como Dezesseis Luas (escrevi sobre esse filme aqui).

A narrativa é lenta, o filme é longo, os diálogos pobres e o mocinho é feio - #prontofalei

Ahh me recuso a assistir filme com mocinhos e vilões feios! Já vi vários filmes ruins do Gerard Buttler e nunca saí totalmente decepcionada do cinema. Sou dessas, rs.

Até o meu rei do seriado The Tudors (recomendei aqui) foi "enfeiado" - colocaram uma Chuca no cabelo dele!!! Como assim?!



E o mocinho da trama além de fazer jus ao nome cidade dos ossos, por ser pele e osso, usa laquê no cabelo!!! Como respeitar um mocinho com esse cabelo?!



E para completar ainda tem uma espécie de clipe da Disney no meio do filme onde toca uma música inteira da Demi Lovato, com direito a pontinhos de luz flutuando em um jardim. O que tem a ver com a história? Ah é, nada!!!

Agora chega de detonar o filme, vamos falar do elenco... eu não sei você, mas eu tenho a mania de tentar identificar os atores e quais outros filmes eles fizeram, reconheci alguns e outros me surpreendi ao pesquisar você reconhece os atores?




É isso, o filme é ruim e ponto final.

Peço desculpa aos fãs do livro, mas às vezes o cinema faz isso, é preciso saber lidar e tocar a vida em frente, rs.




Até a próxima! Volto na segunda-feira.



Opinião: Livro Feios

|

O livro:

Em uma sociedade futurística, todos os adolescentes esperam ansiosos o aniversário de 16 anos, pois então serão submetidos a uma inacreditável cirurgia plástica, que corrigirá todas as suas imperfeições físicas, transformando-os em perfeitos. Tally, porém, acaba se envolvendo em uma conspiração e descobrirá que, por trás de tanta perfeição, se esconde um terrível segredo.



Opinião:

Comecei a ler empolgada com a trilogia Jogos Vorazesque adorei - e também por que o assunto plástica é tão recente pra mim, além da busca constante pela perfeição que toda a mulher e sociedade nos empurra.

Eu esperava um livro com uma pegada mais jovem adulto, como foi em Jogos Vorazes (resenha aqui), com uma pitada de romance e mistério...

E esse primeiro livro foi contra as minhas expectativas, achei a narrativa muito adolescente, as vezes um pouco confusa e para piorar o livro só teve um beijo, do tipo selinho - decepcionei.

Entretanto esse livro faz parte de uma trilogia e eu sou brasileira e não desisto nunca! Ops, baixou a patriota em mim depois desse sete de setembro, no sábado – no sábado?! Não valeu, dá para repetir na quarta-feira?

Voltando ao livro. 

Eu já estava envolvida com a trama e precisava ler a continuação, precisava saber o final. Como viver com esse hiato? Como viver sem as respostas? Sim, sou dessas.



Comprei o segundo livro Perfeitos e acabei com ele em um mês de lidinhas rápidas no carro aguardando a saída da escola das crianças e fiquei de cabelos arrepiados querendo o próximo... dessa vez eu já comprei os dois últimos livros – é, eu sei... é uma trilogia, mas tem um “Extras”.

Tá mas esse post não é para falar do segundo livro, que ficará para uma próxima.

O fato é... o primeiro livro é um pouco confuso e adolescente, mas a temática é boa e no final a história começa a encorpar, o que vale a pena seguir para a continuação. 

Recomendo se tiver interessado pelo tema do livro e quiser ler a história em sequência, mas se achou meio “hummm, será?” Pode passar para o próximo, rs.


Obrigada pela companhia até aqui. Espero que tenha gostado de saber mais sobre esse livro.



Até breve!



Revista Capricho - Agosto 1994

|

Olá voltei!!!

O mês de agosto passou e acabou que não publiquei a edição da Capricho referente a esse mês.

Acho que não me animei em publicar porque este exemplar estava fraquinho de matérias e editoriais interessantes, na verdade essa é uma edição que tem mais curiosidades bacanas do que grandes matérias.

Então senta aqui comigo e vamos folhear mais uma revista de 1994 da minha coleção.


Uma capa mais ou menos... Acho até que essa era uma capa prevendo o futuro, “lançando tendência” para a geração pós anos 2000 - de pessoas que só tiram fotos com boquinha de c* ou de pato, rs.




Dei um google para ver se achava a modelo da capa e o que ela anda fazendo da vida, mas nada, não encontrei nenhuma informação sobre a moçoila. Se alguém souber, mande sinal de fumaça, uma coruja, um corvo, e-mail e recados no final do post também servem... kkk.


Começando com o Certo e Errado.





Uma reportagem com Leonardo DiCaprio no início da carreira contando que não voltaria a fazer tv. Menino de palavra, Leo se fixou no cinema conquistando papéis importantes para o seu currículo.






Na sessão dos meninos, eu tive de rir em como eu era (não sou mais, cof, cof, cof) boca suja. Olha como eu fiquei revoltada?!




O editorial de moda de uma revista voltada para o público adolescente... a escolha foi muito apropriada, o tema foi “terninhos”.

Nossa, usei muito terninhos nos meus quinze anos, ia para a escola e baladas, algo super básico no meu guarda roupa... só que não! Kkk.







E como prometido, o melhor estava nas pequenas notinhas de curiosidades da revista. Aí estão as que me fizeram voltar no tempo e reler tudinho.









E é isso! Espero que tenha curtido mais essa viagem pelos anos noventa. Como sempre eu adoro.

Até a próxima edição de setembro da Capricho!






Ps.1:  edição que prometo publicar no mês de setembro, rs.


Ps.2: as fotos não estão boas porque as folhas da revista estão querendo se soltar ao serem abertas para digitalizar. E como eu tenho o maior carinho por elas, não vou forçar a barra :P






Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Layout por Xiricutico.blogspot.com para uso exclusivo de Rafaela. Proibida a cópia!
Tecnologia Blogger